Sangue rosado na gravidez: o que pode indicar?

Entenda o que esse tipo de sangramento pode significar na gestação

Corpo & Saúde
regenesis-mulher-e-gestacao-sangue-rosado-na-gravidez

A presença de sangue rosado na gravidez é uma situação relativamente frequente, especialmente nas primeiras semanas de gestação. Muitas vezes, a grávida percebe uma pequena quantidade de sangue na calcinha ou no papel higiênico e fica em dúvida se esse tipo de sangramento é normal e quando ela deve procurar o seu médico.

Conversamos com a ginecologista e obstetra Dra. Clara Alves Antunes para entender as possíveis causas de sangramento na gravidez e para saber como proceder em caso de perda de sangue rosado durante a gestação. Confira os esclarecimentos a seguir!

É normal ter sangramento rosado na gravidez?

De acordo com a Dra. Clara, logo no início da gravidez, é normal haver um pequeno sangramento como resultado da nidação, ou seja, da implantação do óvulo dentro do útero. Nesse caso, o sangramento é considerado um dos primeiros sintomas da gravidez.

“Em média, uma a cada três mulheres apresenta sangramento no início da gravidez”, informa a ginecologista.

Apesar de ser um sintoma frequente, isso não significa que qualquer sangue rosado deva ser considerado normal. Isso porque ele pode ser causado tanto pela nidação como por situações de baixo ou alto risco para a gestação.

“Devido às alterações fisiológicas da gravidez, o colo uterino pode se tornar mais frágil, levando a sangramentos de pequena quantidade. Outras possíveis causas são relação sexual, infecções ou esforço físico, por exemplo. Em casos mais graves, ele pode representar o risco de descolamento do saco gestacional e aborto espontâneo”, elenca a médica.

O que fazer caso haja presença de sangramento?

O primeiro conselho que a médica dá é: não se desespere. “Sempre é importante manter a calma e lembrar que esses sangramentos são comuns e nem sempre representam um quadro de aborto”, diz.

Seja qual for o nível de sangramento, porém, é importante relatá-lo ao médico imediatamente.

“Após identificar o sangramento, a gestante deve ligar imediatamente para o médico que acompanha o seu pré-natal. Caso esse sangramento seja intenso ou venha acompanhado de dor ou cólicas, é indicado que a mulher procure uma unidade de saúde ou serviço médico com urgência”, alerta.

Possíveis causas de sangramento na gravidez

De acordo com a médica, a investigação do sangramento na gestação se diferencia caso a mulher esteja no primeiro trimestre de gestação. Nas primeiras semanas, as possíveis causas que devem ser investigadas são:sangramento de nidação;

– sangramento de nidação;

– descolamento ovular, que ocorre quando o óvulo fecundado se descola da parede do útero levando a hematomas subcoriônico ou retrocoriônico;

– abortamento em curso: “nesse caso, o colo do útero também está aberto, existe dor forte e o sangramento é mais volumoso”, completa;

– gravidez ectópica, ou seja, gravidez fora do útero, “que é sempre uma gestação que não evolui e requer tratamento específico”, orienta.

Já no segundo e terceiro trimestres, as possíveis causas de sangramento são:

– placenta baixa, que ocorre “quando a placenta se implanta perto do colo do útero”, explica a Dra. Clara; 

descolamento prematuro de placenta — “O descolamento da placenta é um quadro grave, que requer parto imediato”, alerta a médica;

– início do trabalho de parto — Nesse caso, ela explica que o sangramento é causado pela laceração de pequenos vasos durante a dilatação do colo uterino.

Quando o sangramento na gravidez é preocupante?

“Normalmente, nos casos de baixo risco, o sangramento é pequeno, indolor ou com pouca dor e cessa espontaneamente. Já nos casos mais graves, o sangramento é mais intenso, vermelho vivo e quase sempre acompanhado de dor abdominal intensa. Esses tendem a ser persistentes e apresentar piora progressiva”, explica a médica. 

Agora que você já tirou suas dúvidas a respeito do que o sangue rosado na gravidez pode indicar, compartilhe este artigo com suas amigas gestantes!

Dra. Clara Antunes | Ginecologista e Obstetra

Clara Alves Antunes é graduada em Medicina pela Universidade Gama Filho (UGF) com residência em Ginecologia e Obstetrícia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e em medicina fetal e ultrassonografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Possui título de especialista em medicina fetal, ginecologia e obstetrícia pela FEBRASGO. É sócia e responsável técnica pela Clínica Nattus, no Rio de Janeiro.

E já que você está aqui, aproveite para tirar outra dúvida muito frequente de toda grávida: quais alimentos são proibidos na gravidez? Quem responde é a nutricionista Flávia Rodrigues, em vídeo publicado no canal de Regenesis no YouTube:

logo-regenesis-premium-home

Regenesis é uma linha completa de suplementação com ciência para tentantes e gestantes.

O Regenesis Premium possui 600mg de Ômega-3, Metilfolato (a forma ativa do ácido fólico), 2.000 UI de vitamina D, Ferro além de outras 13 vitaminas e minerais.

Seu suplemento vitamínico durante a gestação!

Conheça a nossa linha de produtos e
encontre a farmácia mais próxima de você.

20-09-2021
corrimento rosado com sangue na gravidez corrimento rosado na gravidez 5 semanas corrimento rosado na gravidez 6 semanas e normal sair um sangue rosa na gravidez sangramento rosado na gravidez sangue cor de rosa na gravidez sangue rosa claro no papel higienico na gravidez sangue rosado gravidez sangue rosado na gravidez
Gostou? Compartilhe com sua rede!

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments