Pré-natal do homem: o que é e como fazer

Saiba quais exames seu parceiro deve realizar e como ele pode se preparar para a paternidade

Tentando engravidar
Pré-natal do homem: o que é e como fazer

Você sabia que, além do pré-natal da gestante, seu parceiro também deve realizar o pré-natal do homem? “Toda e qualquer oportunidade deve ser aproveitada para promoção de saúde no pai”, explica o Ginecologista e Obstetra Dr. Felipe Favorette. Além disso, o pré-natal do pai tem como objetivo ajudá-lo a se adaptar à paternidade desde o início da gestação.

O pré-natal masculino existe na atenção básica por iniciativa do Ministério da Saúde, mas ainda não são todos os profissionais que estão familiarizados com o programa. Por isso, neste artigo vamos abordar a importância do pré-natal do parceiro, quais exames costumam ser realizados e dicas para o homem que se prepara para ser pai. Confira!

Quando o homem deve começar seu pré-natal?

Assim como as mulheres, o ideal é que o homem procure um médico assim que tiver o desejo de ter filhos. Isto porque algumas doenças paternas possuem relação comprovada com a saúde dos bebês. O Dr. Felipe elenca algumas delas:

– Obesidade, hipertensão e diabetes tipo 2:

são fatores de risco reconhecidos para o desenvolvimento da síndrome metabólica em seus descendentes, independentemente desses descendentes seguirem estilo de vida saudável”, diz;

Tabagismo:

“está relacionado à ocorrência de defeitos congênitos e mesmo a alguns cânceres infantis, embora o mecanismo por trás dessa relação não esteja claro”, ressalta. “O hábito de fumar também está relacionado à baixa qualidade e quantidade de espermatozoides, principalmente por meio da ocorrência de estresse oxidativo”, alerta.

Pré-natal do homem: quais exames são solicitados?

Caso o casal não consiga engravidar após um ano de tentativas, “um dos principais exames a serem solicitados é o espermograma”, adianta o Dr. Felipe. 

No início da gestação, “os exames solicitados são mais voltados para avaliação do risco cardiovascular, como a dosagem dos lípides e da glicemia. Exames de sorologia, ou seja, que buscam infecções como HIV, sífilis e hepatites são importantes para ambos”, conta. 

Como o pai pode se envolver no pré-natal da família?

Além da saúde física, o obstetra ressalta que o envolvimento do pai durante o pré-natal é importante para aproximar o casal, que logo enfrentará uma fase desafiadora. 

“A abordagem conjunta aproxima o casal. Desenvolve empatia com a gestante. Prepara ambos para o pós-parto, que pode ser um momento de turbulência devido às oscilações hormonais, alterações no sono… O pré-natal do pai também estimula o homem na participação nos cuidados com o bebê”, destaca.

Para isso, é importante que o pai busque informações e saiba como auxiliar a gestante em todas as fases da gravidez.

Vai ser papai? Confira estas dicas e prepare-se desde já!

Se você está se preparando para ser pai, trazemos algumas dicas do Dr. Felipe para se envolver com a paternidade desde a gravidez: 

– Estude sobre cada fase da gestação e saiba como aliviar os seus desconfortos.

Acompanhe as consultas e os exames e tire dúvidas com a equipe médica. Perceba os desconfortos da grávida e não espere que ela peça ajuda;

– Seja parceiro na dieta da gestante.

A boa alimentação é fundamental para o desenvolvimento do bebê. Esse é um fator ainda mais importante no caso de gestantes com diabetes ou ganho de peso excessivo e no caso de pais com sobrepeso;

Prepare-se para o grande momento: o parto!

Estar bem informado sobre cada etapa é a melhor forma de se sentir seguro e passar a tranquilidade que a mulher tanto precisa nesse momento. O seu papel será tão importante que até existe a lei do acompanhante para garantir que você esteja lá!

Fique atento aos sinais de baby blues e depressão pós-parto.

O puerpério é um momento de grande fragilidade para muitas mães. Saiba identificar quando ela precisa de ajuda de um profissional.

Leia sobre amamentação e seja o braço direito da mãe.

Afinal, os dois que ela tem se ocuparão de carregar o bebê para nutri-lo por horas a fio! Por isso, seu papel como rede de apoio é extremamente importante para o sucesso da amamentação. “Mães que recebem apoio do pai ao amamentar comprovadamente amamentam por mais tempo e aumentam as chances de amamentação exclusiva”, explica.

Procure outros pais para trocar experiências.

“Se puder, faça parte de um grupo de pais, onde possa falar entre ‘pares’ e tirar eventuais dúvidas”, indica o Dr. Felipe. E ele deixa um convite: “No @paternatal há um link na bio que direciona os pais interessados para nosso grupo de apoio à paternidade chamado ‘grávidos e recém-nascidos’. Aguardo vocês pais lá!”, diz.

Gostou dessas dicas? Compartilhe este artigo sobre o pré-natal do homem com os futuros papais que você conhece!

Dr. Felipe Favorette | Ginecologista e Obstetra

Dr. Felipe Favorette é Ginecologista e Obstetra pelo Departamento de Obstetrícia da UNIFESP e atua como médico materno-infantil no Hospital Israelita Albert Einstein. Ele é pai da Carolina e criador do projeto “Paternatal – O Pré-Natal do Pai”.

logo-regenesis-premium-home

Regenesis é uma linha completa de suplementação com ciência para tentantes e gestantes.

O Regenesis Premium possui 600mg de Ômega-3, Metilfolato (a forma ativa do ácido fólico), 2.000 UI de vitamina D, Ferro além de outras 13 vitaminas e minerais.

Seu suplemento vitamínico durante a gestação!

Conheça a nossa linha de produtos e
encontre a farmácia mais próxima de você.

17-06-2021
guia pré natal do homem guia pré-natal do homem pré natal do homem pré natal do homem artigos pré natal do homem exames pré natal do homem ministério da saúde pré-natal do homem artigos pré-natal do homem na atenção básica pré-natal do pai exames qual a importância do pré-natal masculino
Gostou? Compartilhe com sua rede!

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments