Quais exames o recém-nascido deve realizar logo após o parto?

Conheça a lista de checagens feitas nas primeiras 48 horas de vida do bebê, entre testes e vacinas, que podem acontecer ainda na maternidade

Desenvolvimento do Bebê
regenesis-mulher-e-gestacacao-exames-recem-nascido

Os cuidados realizados ao longo do pré-natal permitem saber com alguma segurança as principais condições que o bebê em formação pode apresentar, mas elas só são confirmadas no nascimento. Uma vez chegado ao mundo, além de um exame físico completo feito pelo pediatra no pós-parto imediato, a lista de exames do recém-nascido é extensa, e deve ser realizada ao longo das primeiras 48 horas de vida. 

Teste do pezinho

Um dos mais conhecidos é o teste do pezinho, oferecido gratuitamente pelo SUS, para identificar a existência de algumas doenças que devem ser diagnosticadas o quanto antes e que necessitam de intervenções para evitar sequelas na criança. Seu papel é identificar a possível presença de: 

● Fenilcetonúria, doença genética provocada pela ausência ou queda na atividade da enzima hidroxilase, que pode provocar danos cerebrais, convulsões e deficiência intelectual.

● Hipotireoidismo congênito, a inabilidade de o corpo produzir o hormônio T4, que diminui o metabolismo e impede o crescimento adequado e o desenvolvimento físico e mental do bebê.

● Fibrose cística, condição crônica que atinge pulmões, pâncreas e sistema digestivo e está relacionada à má absorção intestinal, impedindo a criança de ganhar peso, mesmo com uma boa alimentação; além de complicações pulmonares graves.

● Anemia falciforme, uma alteração nas estruturas das moléculas de hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio no corpo. A anemia falciforme é uma enfermidade genética e hereditária que provoca anemia, dores intensas, fadiga e pode atrasar o crescimento do bebê, além de ocasionar problemas crônicos renais e cardiovasculares.

● Hiperplasia adrenal congênita, uma doença rara causada pela produção insuficiente das enzimas envolvidas na síntese do cortisol no córtex adrenal, e afeta o crescimento e o desenvolvimento normais de uma criança.

● Deficiência de biotinidase, condição crônica e rara associada à baixa ou nenhuma produção da enzima biotinidase, e por consequência pouca absorção da biotina, vitamina existente nos alimentos. Dentre as manifestações da deficiência estão distúrbios neurológicos e cutâneos, como crises epiléticas, hipotonia, microcefalia, atraso do desenvolvimento neuropsicomotor, alopecia e dermatite eczematoide, além de distúrbios visuais e auditivos, atraso motor e de linguagem.

Uma versão estendida do teste do pezinho amplia a lista de doenças investigadas para quase 50. Além disso, existe uma verificação de deficiências de imunidade chamada SCID/AGAMA que pode ser feita na mesma ocasião do teste do pezinho. 

Olhos, ouvidos, boca e… coração

Para confirmar que tudo correu bem durante a gestação, outros três testes são fundamentais: 

Teste do Olhinho: ou Teste do Reflexo Vermelho, analisa e detecta qualquer alteração que cause obstrução na entrada de luz nos olhos, como catarata, glaucoma congênito e outros problemas. O diagnóstico precoce pode possibilitar o tratamento no tempo adequado para garantir o desenvolvimento normal da visão. 

Teste do Ouvidinho: ou Triagem Neonatal Auditiva, identifica possíveis problemas auditivos no recém-nascido. Desde 2010, segundo a lei brasileira, nenhuma criança pode sair da maternidade antes da realização desse teste. 

Teste da Linguinha: realizado na boca, por um fonoaudiólogo, para avaliar a inserção do freio lingual, que pode dificultar a pega e a amamentação se for muito anterior. A avaliação (e intervenção) precoce ajuda o bebê a mamar, o aumento da taxa de aleitamento materno exclusivo com sucesso e é quase indolor.

Teste do Coração: analisa, com a ajuda de um oxímetro (uma espécie de pulseirinha), a oxigenação do sangue do bebê para detectar problemas cardíacos – a terceira maior causa de morte em recém-nascidos. 

Caso o bebê desenvolva icterícia, também é necessário monitorar a quantidade de bilirrubina no organismo, por isso, talvez seja preciso coletar amostras de sangue ainda na maternidade.


SAIBA MAIS 


Vacinas: a saga começa cedo

Ainda na maternidade, o recém-nascido recebe a primeira dose da vacina de hepatite B e BCG, que protege contra as formas mais graves de tuberculose, como nos ossos, no cérebro, nos rins e no intestino, além da meningite. 

Uma vez em casa, as próximas “picadas” vêm aos dois meses de vida, com a segunda dose de Hepatite B, além das primeiras doses da vacina Pentavalente (que previne difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e infecções causadas pelo Haemophilus influenzae B), a vacina contra Poliomelite, Pneumocócica 10/13 valente (previne a pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo) e a vacina contra o Rotavírus humano (que previne a diarreia causada pelo rotavírus). 

O calendário de vacinação de uma criança segue até os 10 anos de idade, num total de 15 imunizações diferentes, recomendadas pelo Ministério da Saúde. Além de seguir as recomendações, é importante respeitar o prazo de cada uma delas, pois existem intervalos entre algumas doses. 

regenesis-site-mulher-e-gestacao-parceiros-fernanda-harumi

Fernanda Harumi Misumi é Pediatra e Médica Assistente do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas (SP).

logo-regenesis-premium-home

Regenesis é uma linha completa de suplementação com ciência para tentantes e gestantes.

O Regenesis Premium possui 600mg de Ômega-3, Metilfolato (a forma ativa do ácido fólico), 2.000 UI de vitamina D, Ferro além de outras 13 vitaminas e minerais.
Seu suplemento vitamínico durante a gestação!

Conheça a nossa linha de produtos e
encontre a farmácia mais próxima de você.

15-07-2020
exame fisico do recem nascido cefalo caudal exame fisico recem nascido enfermagem exames de recem nascido exames do recem nascido exames e vacinas recem nascido exames em recem nascido exames feitos no recem nascido na maternidade exames laboratoriais do recem nascido exames recem nascido exames recém-nascido recém-nascido testes do recem nascido testes para recem nascido testes recem nascido vacina recém-nascido
Gostou? Compartilhe com sua rede!
Comentar

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *