regenesis-site-mulher-e-gestacao-mitos-da-gravidez-2

Mitos da gravidez

regenesis-site-mulher-e-gestacao-mitos-da-gravidez

Entre tantos palpites e conselhos que rondam esse intenso período, como saber quais são verdade e quais não passam de mitos da gravidez?

São tantas dúvidas e situações novas que é natural para a gestante querer conhecer experiências e receber conselhos de quem já passou por isso. Mas será que essas histórias têm embasamento médico?

Convidamos, então, a Médica Ginecologista e Obstetra Cristiane Navarro Colombo para esclarecer alguns dos principais mitos da gravidez. Dá uma olhada!

Se a gestante tem muita azia significa que ela está gerando um menino.

Mito. A azia está relacionada a uma digestão mais lenta, provocada pela mudança hormonal da gestação e não tem qualquer relação com o sexo do bebê.

Quando a barriga da grávida é mais arredondada é porque ela terá uma menina. E se a barriga está mais pontuda é porque o bebê é menino.

Mito. O formato da barriga tem relação com o formato do corpo da gestante e com o ganho de peso.

Ter muita azia na gestação indica que o bebê nascerá cabeludo.

Mito. A azia é mais frequente durante a gravidez por conta das mudanças hormonais que ocorrem durante a gestação.


VEJA TAMBÉM:

RECEITAS PARA UMA GRAVIDEZ SAUDÁVEL

CUIDADOS NA GRAVIDEZ: CONHEÇA OS PROFISSIONAIS QUE PODEM ACOMPANHAR A SUA

MAS, AFINAL, O QUE É UM PARTO HUMANIZADO?


Grávida deve se alimentar por dois.

Mito. A gestante deve ser alimentar de forma balanceada, com porções fracionadas ao longo dia.

A gestante não pode ter relações sexuais.

Mito. O sexo só é contraindicado nas gestações de alto risco, como nos casos em que há placenta de inserção baixa, colo curto ou ameaça de trabalho de parto.

A grávida não deve fazer exercícios físicos.

Mito. A gestante deve praticar atividades físicas sem impacto e com controle dos batimentos cardíacos. Pilates, musculação, hidroginástica são boas opções.

As gestantes podem manchar a pele por causa do sol.

Verdade. O melasma, que é o surgimento de manchas escuras na pele, é muito comum durante a gravidez. Por isso, é importante usar protetor solar com ao menos fator 50.

A gestante não pode tomar café.

Parte verdade. A dose indicada é de apenas 1 xícara pequena de café por dia, devido ao risco de hiperestimulação do bebê.

Grávida não pode andar de avião.

Parte verdade. A gestante pode andar de avião até 32 semanas de gestação, mas deverá tomar alguns cuidados extras com voos acima de 8h.O ideal é seguir a orientação do obstetra que estiver acompanhando-a.

Ingerir cerveja preta ajuda a produzir leite.

Mito. É importante que as grávidas evitem todo tipo de bebida alcoólica durante a gestação. Além disso, a produção de leite está relacionada à ingestão de líquidos, à pega correta do recém-nascido e à tranquilidade e confiança da mãe em amamentar.

regenesis-site-mulher-e-gestacao-parceiros-cristiane-navarro

Dra. Cristiane Navarro Colombo é Médica Ginecologista e Obstetra e tem uma clínica em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

logo-regenesis-premium-home

Regenesis é uma linha completa de suplementação com ciência para tentantes e gestantes.

O Regenesis Premium possui 600mg de Ômega-3, Metilfolato (a forma ativa do ácido fólico), 2.000 UI de vitamina D, Ferro além de outras 13 vitaminas e minerais.
Seu suplemento vitamínico durante a gestação!

Conheça a nossa linha de produtos e
encontre a farmácia mais próxima de você.

regenesis-site-mulher-e-gestacao-sexo-na-gravidez

Sexo na gravidez: pode ou não pode?

regenesis-site-mulher-e-gestacao-sexo-na-gravidez-1

É fato que cada gestação é única: as experiências diferem (e muito) entre as mulheres e com a libido não é diferente. Diante de tantas alterações de humor, é comum surgir o questionamento sobre a prática de sexo na gravidez.

A boa notícia é que, mesmo diante das mudanças, a vida sexual pode se manter saudável nesse período, como explica a Ginecologista e Obstetra Camille Rocha Risegato.

“O ato sexual não interfere em nada no bebê, seja em relação à posição ou ao tipo de atividade sexual. É algo extremamente saudável, além de muito bom para a mãe. Porque essa mãe estando bem, feliz e plena, vai liberar hormônios de prazer e de felicidade, e isso vai contribuir, também, por uma questão de compartilhamento de sangue e nutrientes, de uma forma positiva para o bebê”, destaca.

Variações de humor

A Dra. Camille também comenta que a libido pode variar ao longo da gestação: no primeiro trimestre, por exemplo, a mulher está passando por um processo hormonal importante, que além de favorecer náuseas, vômitos e desconforto, implica períodos de tristeza e agressividade.

“Isso, muitas vezes, faz com que o apetite sexual fique em segundo plano”, diz.

Nos meses finais da gravidez, é comum pensar que o ato sexual pode machucar o bebê ou provocar um trabalho de parto prematuro.

“Apesar de continuar a ser saudável, é muito comum diminuir a atividade sexual nesse período”, explica Camille.

Libido em alta

Para a doutora, é a partir do segundo trimestre, quando as alterações hormonais gravídicas parecem estabilizar e a mulher está adquirindo novas formas, contornos e curvas, como o aumento dos seios, por exemplo, que ela passa a se sentir mais bonita e o apetite sexual reaparece.

“Ao longo desses meses, a libido pode estar em alta e isso é excelente e saudável”, comenta.

De um modo geral, a mulher está mais sensível durante a gestação, por isso, o que ela precisa é se sentir acolhida.

Existe uma posição mais adequada?

Segundo a Dra. Camille, a posição para o momento da prática sexual é algo que o casal deve decidir, mas deixa a sugestão:

“Geralmente, é bom que a gestante esteja de lado e com uma almofada apoiando a barriga para dar mais conforto. Além disso, é importante que ela se sinta bem e, principalmente, não tenha dor durante ou depois do ato”.

Quando o sexo na gravidez deve ser evitado?

De acordo com a Dra. Camille Rocha Risegato, as únicas contraindicações de sexo na gravidez são em caso de trabalho de parto prematuro e de sangramento durante a gestação. “Além disso, vale reforçar que nos 40 dias após o nascimento do bebê, o sexo deve ser evitado, independentemente se o parto foi normal ou cesárea”, completa.
regenesis-site-mulher-e-gestacao-parceiros-dra-camille-rocha-risegato

Dra. Camille Rocha Risegato é Médica Ginecologista e Obstetra, especializada em patologia do trato genital inferior e na prevenção de câncer de colo de útero. Ela atua em São Paulo (SP).


Quer saber mais sobre o assunto? É só conferir outras dicas da Dra. Camille Rocha Risegato em nosso Instagram

logo-regenesis-premium-home

Regenesis é uma linha completa de suplementação com ciência para tentantes e gestantes.

O Regenesis Premium possui 600mg de Ômega-3, Metilfolato (a forma ativa do ácido fólico), 2.000 UI de vitamina D, Ferro além de outras 13 vitaminas e minerais.
Seu suplemento vitamínico durante a gestação!

Conheça a nossa linha de produtos e
encontre a farmácia mais próxima de você.