Dieta para gestante: qual a importância? | Mulher e Gestação

Dieta para gestante: qual a importância?

Dieta para gestante: qual a importância? | Mulher e Gestação

Toda grávida deve se alimentar bem, mas você sabia que a importância da dieta para gestante vai além de um ganho de peso saudável? Na verdade, uma boa alimentação na gravidez tem efeitos na saúde do filho até a vida adulta.

Neste artigo, conversamos com a Nutricionista Dra. Ila Bittencourt, que explica por que isso acontece. Ela também conta quais alimentos devem fazer parte do cardápio de toda grávida, fala sobre a dieta de gestantes com diabetes ou acima do peso e dá dicas para quem precisa de uma forcinha para mudar os hábitos alimentares. Confira!

Dieta para gestante: por que ela é tão importante?

Segundo a Dra. Bittencourt, a boa alimentação da mãe terá efeitos positivos no desenvolvimento do feto e na probabilidade de o filho desenvolver algumas doenças na vida adulta, em um processo chamado programação metabólica.

“A programação metabólica do bebê está totalmente relacionada à nutrição gestacional. Vários estudos comprovam que a má nutrição durante a gestação acarreta uma predisposição para a obesidade, doenças neurológicas, metabólicas e, principalmente, para doenças cardiovasculares. Por isso, a nutrição é muito importante para a saúde futura do bebê”, enfatiza.

Da mesma forma, uma mãe que se alimenta bem dá mais condições de o filho aproveitar todo o seu potencial de desenvolvimento. “Eu costumo dizer que, para a mãe ter uma criança inteligente, ela precisa nutrir o bebê desde a placenta, que é uma via de passagem total de oxigênio e nutrientes para o feto”, explica.

Dieta para gestante acima do peso ou diabéticas

Algumas gestantes, porém, têm uma necessidade ainda maior de acompanhamento alimentar. É o caso das que possuem predisposição ou diagnóstico de diabetes e daquelas que estão acima do peso.

No caso das mães com diabetes, “o plano alimentar tem que ser muito mais bem calculado. A ingestão de carboidratos deve ser feita a partir das melhores fontes e deve haver uma estratégia individualizada de horários para consumi-los”, explica a Dra. Bittencourt.

Já para as que estão acima do peso, o foco deve ser em controlar o ganho de forma saudável. “Ofertamos um plano alimentar calculado com a ingestão de proteína em maior quantidade para ela ter mais saciedade”, detalha.

“Estudos comprovam que gestantes que estão acima do peso ou obesas possuem três vezes mais chances de desenvolver doenças metabólicas e cardiovasculares do bebê. Com uma boa nutrição, no entanto, conseguimos melhorar essa programação e taxas de aumento do peso suplementando as vitaminas e minerais, como a vitamina B6, B12, zinco, ferro e metilfolato (ácido fólico na forma ativa)”, esclarece. 

Alimentos que a grávida deve evitar

Segundo a Dra. Ila, alimentos gordurosos, ricos em açúcar, embutidos e apimentados devem ser evitados por agravarem os sintomas típicos da gravidez, como azia, má digestão, náuseas e vômitos. Isso faz com que a gestante se alimente menos e consuma menos nutrientes.

Além disso, os industrializados, ou seja, alimentos compostos por muitos ingredientes que são, em sua maioria, químicos e artificiais, também perdem lugar na despensa. “Eles são extremamente tóxicos e comprometem a programação metabólica do bebê”, explica. 

Quais alimentos estão na dieta ideal para toda gestante?

Para responder a essa pergunta, ela resume: “Todos os alimentos criados por Deus (risos), porque eles são as fontes mais perfeitas de nutrientes essenciais, como as vitaminas, minerais, proteínas e carboidratos do bem”, explica.

Vale anotar os queridinhos da nutricionista para a próxima compra no supermercado: “Os que eu não deixo faltar para minhas pacientes gestantes são brócolis, abacate, ovo, aveia, peixe, frango, oleaginosas, folhas com coloração verde-escura, cúrcuma, frutas vermelhas e por aí vai”, lista a Dra. Bittencourt.

Precisa mudar os hábitos alimentares? Confira estas dicas!

Segundo a nutricionista, a principal forma de ajudar quem precisa mudar os hábitos alimentares é conscientizar sobre os riscos da má nutrição na gravidez. “O principal é ela entender que uma gestação saudável vai favorecer um bebê com saúde futura”, explica.

Além disso, ela dá outras dicas práticas. Confira:

– O sucesso da alimentação vem da constância. Mantenha o foco de ser a sua melhor versão todos os dias!

– Em vez de fazer mudanças radicais, procure um nutricionista que te ajude a fazer uma reeducação alimentar. “Costumo fazer uma programação para ela reestruturar o paladar com recursos naturais e diminuir o desejo por alimentos viciantes”, explica a Dra. Bittencourt.

Saia da rotina! Varie a forma como você inclui os alimentos saudáveis no cardápio. Diversifique as receitas e lanches de forma que realcem o seu sabor;

– Procure deixar sua alimentação mais colorida e bonita. O objetivo é ter vontade e prazer de continuar com uma alimentação saudável. “Todos nós também comemos com os olhos!”, ressalta.

Por isso, a melhor forma de ter sucesso com uma dieta na gestação é por meio do acompanhamento profissional feito o quanto antes — de preferência, antes mesmo de engravidar. “Nunca é cedo demais para melhorar a programação metabólica do bebê”, aconselha.

Está grávida e quer melhorar sua alimentação a partir de agora? 

Baixe já nosso guia básico de alimentação para gestantes. E compartilhe essa matéria com outras mulheres para conscientizar mais pessoas sobre a importância da dieta para gestantes!

Está grávida e quer melhorar sua alimentação a partir de agora? Baixe já nosso guia básico de alimentação para gestantes. E compartilhe essa matéria com outras mulheres para conscientizar mais pessoas sobre a importância da dieta para gestantes!

Dra. Ila Bittencourt | nutricionista

Ila Bittencourt é nutricionista pela UNIFACS e atua na linha funcional ortomolecular, com ênfase em nutrição integrativa para tentantes, gestantes e bebês de até um ano de idade. Possui especialização em nutrição funcional, saúde da mulher, saúde do idoso e pediatria. Você pode acompanhar o trabalho da Dra. Ila no Instagram.

logo-regenesis-premium-home

Regenesis é uma linha completa de suplementação com ciência para tentantes e gestantes.

O Regenesis Premium possui 600mg de Ômega-3, Metilfolato (a forma ativa do ácido fólico), 2.000 UI de vitamina D, Ferro além de outras 13 vitaminas e minerais.

Seu suplemento vitamínico durante a gestação!

Conheça a nossa linha de produtos e
encontre a farmácia mais próxima de você.